Publicado em Deixe um comentário

Como dormir bem

Olá, pessoal!

Como nutricionista, sei que dormir bem é essencial para a saúde e o bem-estar geral. Muitas pessoas lutam com problemas de sono, e é por isso que estou aqui para oferecer algumas dicas úteis para ajudá-lo a melhorar a qualidade do seu sono e dormir bem todas as noites. Vamos começar com algumas perguntas comuns sobre como dormir bem:

Qual é a quantidade ideal de sono para adultos?

Para a maioria dos adultos, são recomendadas de 7 a 9 horas de sono por noite para um descanso adequado e revitalizante.

Como a dieta pode afetar a qualidade do sono?

Uma dieta equilibrada, rica em alimentos nutritivos e pobre em alimentos processados e açucarados, pode melhorar significativamente a qualidade do sono.

Existe alguma relação entre exercícios físicos e qualidade do sono?

Sim, exercícios físicos regulares podem ajudar a melhorar a qualidade do sono, mas é importante evitar exercícios intensos perto da hora de dormir.

Quais são algumas dicas para criar um ambiente propício para dormir?

Manter o quarto escuro, fresco e silencioso, e usar um colchão e travesseiros confortáveis, pode criar um ambiente propício para uma boa noite de sono.

Como as atividades antes de dormir podem afetar a qualidade do sono?

Atividades relaxantes, como ler um livro ou tomar um banho quente, podem ajudar a preparar o corpo e a mente para dormir.

Quais são os efeitos do uso de dispositivos eletrônicos antes de dormir?

A luz azul emitida por dispositivos eletrônicos pode interferir na produção de melatonina, um hormônio essencial para o sono.

Qual é a importância de manter um horário regular de sono?

Manter um horário regular de sono ajuda a regular o relógio interno do corpo, melhorando a qualidade do sono.

Existem técnicas de relaxamento que podem ajudar a melhorar o sono?

Sim, técnicas como meditação, ioga e respiração profunda podem ajudar a relaxar o corpo e a mente, promovendo um sono mais tranquilo.

O que fazer se eu estiver com dificuldade para dormir?

Se estiver com dificuldade para dormir, tente não se preocupar com isso. Levante-se, faça uma atividade relaxante e tente novamente mais tarde.

Como a consulta com um profissional pode ajudar a melhorar a qualidade do sono?

Um profissional pode avaliar seus hábitos de sono e sugerir mudanças no estilo de vida, dieta e ambiente de sono para melhorar sua qualidade de sono.

Se você está buscando mais orientações personalizadas sobre como melhorar sua qualidade de sono, estou aqui para ajudar. Agende uma consulta online comigo clicando no link do WhatsApp na lateral direita do site.

E não se esqueça de conferir meu ebook “Como Dormir Rápido” por apenas R$14,90, cheio de dicas práticas para melhorar sua qualidade de sono. Aguardo seu contato!

Publicado em Deixe um comentário

Insônia CID

Olá!

Aqui é a Dra. Larissa Scharf, nutricionista. Hoje vamos abordar um tema que afeta muitas pessoas: a insônia.

Se você tem dificuldade para dormir, este artigo é para você. Vou responder a algumas perguntas comuns sobre o que é insônia e compartilhar dicas sobre como você pode melhorar seu sono.

A insônia é classificada pelo CID-10, que é o sistema internacional de classificação de doenças, sob o código G47.0. Este código se refere a distúrbios do início e da manutenção do sono, ou seja, dificuldades relacionadas tanto ao adormecimento quanto à manutenção do sono durante a noite. Este diagnóstico é importante para o planejamento adequado de tratamento e manejo da insônia, além de ser útil em contextos médicos e de pesquisa para a padronização dos critérios diagnósticos.

O que exatamente é insônia?

Insônia é a dificuldade de iniciar ou manter o sono, ou a experiência de um sono não restaurador, que impacta negativamente a funcionalidade durante o dia.

Quais são os principais sintomas da insônia?

Os sintomas incluem dificuldade para dormir, acordar frequentemente durante a noite, despertar muito cedo e sentir-se cansado ao acordar.

Quais fatores contribuem para a insônia?

Estresse, ansiedade, hábitos de sono ruins, certos medicamentos, e problemas de saúde podem contribuir para a insônia.

Insônia é comum em certas idades ou grupos?

Sim, a insônia é mais comum em mulheres e idosos, mas pode afetar pessoas de qualquer idade.

Quanto tempo dura a insônia?

A insônia pode ser classificada como transitória (curta duração), aguda (algumas semanas), ou crônica (longa duração).

A insônia pode afetar minha saúde física?

Sim, a insônia crônica tem sido associada a várias condições de saúde, incluindo doenças cardíacas e diabetes.

Quais tratamentos existem para a insônia?

Tratamentos variam desde melhorias na higiene do sono e uso de medicamentos até terapias como a cognitivo-comportamental.

Mudanças no estilo de vida podem ajudar na insônia?

Sim, exercícios regulares, evitar cafeína e eletrônicos antes de dormir, e manter um horário regular de sono são fundamentais.

Qual é o impacto da alimentação na insônia?

Uma dieta balanceada, rica em nutrientes que promovem o sono, como magnésio e melatonina, pode ajudar a melhorar a qualidade do sono.

Como a insônia afeta a saúde mental?

A insônia pode aumentar o risco de problemas de saúde mental, como depressão e ansiedade.

Se você está enfrentando dificuldades para dormir, meu ebook “Como Dormir Rápido”, disponível por apenas R$14,90, pode oferecer as ferramentas que você precisa para melhorar sua qualidade de sono. Além disso, estou disponível para consultas online, onde podemos elaborar uma dieta e um plano de cuidados personalizados para suas necessidades.

Clique no link do WhatsApp na lateral direita do site para mais informações e para agendar sua consulta.

Lembre-se, cuidar do seu sono é cuidar da sua saúde. Estou aqui para ajudá-lo a conquistar noites mais tranquilas e restauradoras.

Não hesite em buscar ajuda para melhorar sua qualidade de vida através de um sono melhor!

Publicado em Deixe um comentário

Sono quality

Olá! Sou a Dra. Larissa Scharf, nutricionista, e hoje vamos abordar um tema fundamental para a nossa saúde e bem-estar: a qualidade do sono. Através de perguntas frequentes, exploraremos como otimizar nosso descanso noturno, garantindo que nosso corpo e mente tenham a recuperação necessária. Vamos lá?

Qual a importância da qualidade do sono para a saúde geral?

A qualidade do sono é essencial para a saúde física e mental. Um bom sono ajuda na recuperação muscular, consolidação da memória, regulação do humor e manutenção de funções cognitivas, além de contribuir para o sistema imunológico.

Como identificar se estou tendo um sono de qualidade?

Um sono de qualidade é caracterizado pela capacidade de adormecer em 30 minutos ou menos, dormir continuamente por 7 a 9 horas (para adultos), acordar no máximo uma vez durante a noite e, se acordar, voltar a dormir em 20 minutos.

Quais fatores podem afetar negativamente a qualidade do sono?

Estresse, ansiedade, má alimentação, falta de rotina, ambiente de sono inadequado (muito claro, barulhento ou quente), consumo de cafeína e álcool antes de dormir, e distúrbios do sono como apneia e insônia podem prejudicar a qualidade do sono.

Que tipo de alimentação pode melhorar minha qualidade de sono?

Uma dieta balanceada, rica em frutas, vegetais, grãos integrais e fontes de proteína magra, pode melhorar o sono. Alimentos ricos em magnésio, como nozes e folhas verdes, e aqueles que contêm triptofano, como o leite, podem promover um sono melhor.

Exercícios físicos influenciam na qualidade do sono?

Sim, a prática regular de exercícios físicos contribui significativamente para a melhoria da qualidade do sono. No entanto, é recomendado evitar exercícios intensos nas horas próximas ao horário de dormir.

Como a rotina présono pode me ajudar a ter um sono melhor?

Desenvolver uma rotina relaxante antes de dormir, como ler um livro, tomar um banho morno ou praticar técnicas de relaxamento, pode sinalizar ao seu corpo que está na hora de descansar, ajudando a adormecer mais rapidamente e a melhorar a qualidade do sono.

Qual o papel do ambiente no sono de qualidade?

Um ambiente tranquilo, escuro e fresco é ideal para o sono. Investir em cortinas blackout, um colchão confortável e minimizar ruídos são passos importantes para criar um ambiente propício ao descanso de qualidade.

Como lidar com preocupações e estresse na hora de dormir?

Técnicas de manejo do estresse e ansiedade, como a meditação e a respiração profunda, podem ser úteis. Manter um diário ao lado da cama para anotar preocupações antes de dormir também pode ajudar a esvaziar a mente.

Suplementos naturais podem ajudar na qualidade do sono?

Suplementos como a melatonina e o magnésio podem ajudar algumas pessoas a melhorar a qualidade do sono, mas sempre devem ser usados sob orientação de um profissional de saúde.

Quando devo procurar ajuda profissional para problemas de sono?

Se você experimenta dificuldades persistentes para dormir ou se a qualidade do seu sono está afetando sua saúde e bem-estar, é importante procurar ajuda profissional para avaliação e orientação adequadas.

Se você está buscando melhorar a qualidade do seu sono, convido você a conhecer meu ebook “Como Dormir Rápido”, disponível por apenas R$14,90. Nele, compartilho dicas e estratégias para otimizar seu descanso noturno.

Além disso, estou disponível para consultas online, onde podemos desenvolver um plano personalizado que atenda às suas necessidades específicas de dieta e estilo de vida para melhorar sua qualidade de sono.

Clique no link do WhatsApp na lateral direita do site para agendar sua consulta. Estou aqui para ajudá-lo a conquistar noites de sono mais reparadoras e, consequentemente, uma vida mais saudável.

Aguardo seu contato!

referências:

Artigo: “Sleep Duration and Quality: Impact on Lifestyle Behaviors and Cardiometabolic Health: A Scientific Statement from the American Heart Association” – Ano: 2016 – Revista: Circulation – Constatação: Alterações no sono estão associadas a distúrbios metabólicos, representando um importante fator de risco para o desenvolvimento de obesidade, doenças metabólicas e cardiovasculares​ (scielosp)​.

Artigo: “Quality of sleep, health and well-being in a population-based study” – Ano: Não especificado – Revista: Não especificada – Constatação: A qualidade do sono tem um impacto significativo na saúde das populações, necessitando de monitoramento para identificar segmentos sociais e demográficos vulneráveis e sinalizar estratégias apropriadas de controle e tratamento​ (scielo)​.

Artigo: “Insônia na infância e adolescência: aspectos clínicos, diagnóstico e abordagem terapêutica” – Ano: Não especificado – Revista: Sanar Medicina – Constatação: Na adolescência, a insônia pode estar relacionada à higiene inadequada do sono, ao atraso de fase ou ter origem psicofisiológica​ (sanarmed)​.

Artigo: “Resumo de insônia: epidemiologia, fisiopatologia, diagnóstico e tratamento” – Ano: Não especificado – Revista: Sanar Medicina – Constatação: A insônia crônica refere-se aos sintomas de insônia que persistem por pelo menos três meses, com a maioria dos pacientes endossando os sintomas ao longo de muitos anos​ (sanarmed)​.

Artigo: “Mediating effects of body mass index, physical activity, and emotional distress on the relationship between short sleep and cardiovascular disease” – Ano: 2018 – Revista: Medicine (Baltimore) – Constatação: Alterações no sono têm sido consideradas tanto sinal preditivo de diversas doenças quanto sintoma, associadas a distúrbios metabólicos e representando importante fator de risco para o desenvolvimento de condições como obesidade, doenças metabólicas e cardiovasculares​ (scielosp)​.


Publicado em Deixe um comentário

Sono excessivo mesmo dormindo muito

Oi, aqui é a Dra. Larissa Scharf, nutricionista e uma preocupação comum entre meus pacientes e leitores do blog é o sono excessivo, mesmo após dedicarem muitas horas ao descanso noturno. Esse paradoxo do sono pode ser frustrante e impactar negativamente a qualidade de vida.

Neste artigo, vamos aprofundar nas questões mais frequentes sobre este tema, fornecendo insights e soluções.

Por que sinto fadiga constante mesmo após dormir por longas horas?

A sensação de cansaço persistente apesar de um longo período de sono pode indicar que a qualidade do seu descanso está comprometida. Fatores como distúrbios do sono não diagnosticados, estresse, uma dieta inadequada ou até mesmo questões hormonais podem afetar a eficácia do seu sono. É essencial entender que não apenas a quantidade, mas a qualidade do sono é fundamental para o verdadeiro descanso e recuperação do corpo.

De que maneira distúrbios do sono contribuem para o sono excessivo?

Distúrbios como a apneia do sono interrompem a respiração durante a noite, o que pode impedir que você alcance os estágios profundos do sono, essenciais para a recuperação e o descanso. Outros distúrbios, como a síndrome das pernas inquietas, podem criar uma necessidade constante de mover-se, interrompendo seu sono. Esses distúrbios fragmentam o descanso noturno, resultando em sonolência diurna excessiva e a sensação de não estar completamente descansado.

A alimentação pode influenciar meu ciclo de sono?

Absolutamente. A alimentação tem um papel essencial na regulação do sono. Consumir alimentos estimulantes como cafeína e açúcar perto da hora de dormir pode interferir significativamente na sua capacidade de adormecer e manter um sono profundo. Por outro lado, uma dieta equilibrada, rica em vegetais, frutas, proteínas magras e gorduras saudáveis, pode promover um sono mais tranquilo e restaurador.

Exercícios físicos são benéficos para quem sofre de sono excessivo?

Os exercícios físicos, quando realizados regularmente, são incrivelmente benéficos para combater o sono excessivo. Eles não apenas melhoram a qualidade do seu sono à noite mas também ajudam a regular seu relógio biológico, promovendo um estado de alerta durante o dia. No entanto, é recomendável evitar exercícios intensos nas horas próximas ao horário de dormir, pois podem ter o efeito oposto e estimular demais o corpo e a mente.

Como estresse e ansiedade podem afetar meu sono?

Estresse e ansiedade são conhecidos por causar uma hiperativação do sistema nervoso, o que pode dificultar o processo natural de adormecer e permanecer dormindo. O corpo em estado de alerta constante devido ao estresse e ansiedade impede que você relaxe o suficiente para entrar nos estágios profundos do sono, resultando em um descanso fragmentado e insuficiente.

Quando devo considerar procurar ajuda profissional para meu sono excessivo?

Se você perceber que o sono excessivo está afetando sua capacidade de funcionar durante o dia, se você se sente constantemente cansado apesar de dormir horas suficientes, ou se suas tentativas de melhorar a qualidade do sono por conta própria não trouxeram melhorias, é hora de buscar ajuda profissional. Um especialista pode ajudar a identificar quaisquer distúrbios subjacentes e fornecer orientações específicas para suas necessidades.

Quais mudanças de estilo de vida podem ajudar a combater o sono excessivo?

Estabelecer uma rotina de sono regular, evitar estimulantes como cafeína e dispositivos eletrônicos antes de dormir, e criar um ambiente de sono tranquilo e confortável podem fazer uma diferença significativa. Além disso, técnicas de relaxamento e gerenciamento de estresse, como a meditação, podem ajudar a preparar sua mente e corpo para um descanso adequado.

Como posso otimizar meu ambiente de sono?

Um ambiente de sono ideal é escuro, silencioso e fresco. Invista em cortinas blackout, considere o uso de máquinas de ruído branco para bloquear sons perturbadores e ajuste a temperatura do quarto para ser confortável e propícia ao sono.

Dormir em excesso pode ser sintoma de outras condições médicas?

Sim, condições como depressão, hipotireoidismo, e certas deficiências nutricionais podem manifestar-se através do sono excessivo. É importante não apenas tratar o sintoma do sono excessivo mas também buscar avaliação médica para identificar e tratar quaisquer condições subjacentes.

Como posso melhorar minha energia durante o dia?

Manter-se hidratado, fazer pequenas pausas ativas para se movimentar durante o dia e garantir uma exposição adequada à luz natural podem ajudar a aumentar sua energia diurna. A prática regular de exercícios físicos também é fundamental para manter seus níveis de energia equilibrados.

Se você está enfrentando desafios com o sono excessivo, eu posso ajudar. Convido você a explorar meu ebook “Como Dormir Rápido”, disponível por apenas R$14,90, que oferece estratégias e dicas para melhorar a qualidade do seu sono.

Além disso, estou disponível para consultas online. Acesse o link do WhatsApp na lateral direita do site para agendar sua consulta personalizada. Juntos, podemos trabalhar para melhorar seu sono e bem-estar geral. Aguardo seu contato!

Referências:

Artigo: “Sleep Duration and Quality: Impact on Lifestyle Behaviors and Cardiometabolic Health: A Scientific Statement from the American Heart Association” – Ano: 2016 – Revista: Circulation – Constatação: Alterações no sono estão associadas a distúrbios metabólicos, representando um importante fator de risco para o desenvolvimento de obesidade, doenças metabólicas e cardiovasculares​ (scielosp)​.

Artigo: “Quality of sleep, health and well-being in a population-based study” – Ano: Não especificado – Revista: Não especificada – Constatação: A qualidade do sono tem um impacto significativo na saúde das populações, necessitando de monitoramento para identificar segmentos sociais e demográficos vulneráveis e sinalizar estratégias apropriadas de controle e tratamento​ (scielo)​.

Artigo: “Insônia na infância e adolescência: aspectos clínicos, diagnóstico e abordagem terapêutica” – Ano: Não especificado – Revista: Sanar Medicina – Constatação: Na adolescência, a insônia pode estar relacionada à higiene inadequada do sono, ao atraso de fase ou ter origem psicofisiológica​ (sanarmed)​.

Artigo: “Resumo de insônia: epidemiologia, fisiopatologia, diagnóstico e tratamento” – Ano: Não especificado – Revista: Sanar Medicina – Constatação: A insônia crônica refere-se aos sintomas de insônia que persistem por pelo menos três meses, com a maioria dos pacientes endossando os sintomas ao longo de muitos anos​ (sanarmed)​.

Artigo: “Mediating effects of body mass index, physical activity, and emotional distress on the relationship between short sleep and cardiovascular disease” – Ano: 2018 – Revista: Medicine (Baltimore) – Constatação: Alterações no sono têm sido consideradas tanto sinal preditivo de diversas doenças quanto sintoma, associadas a distúrbios metabólicos e representando importante fator de risco para o desenvolvimento de condições como obesidade, doenças metabólicas e cardiovasculares​ (scielosp)​.

Publicado em Deixe um comentário

Dormir de bruços

Olá, sou a Dra. Larissa Scharf, nutricionista. Hoje, vamos falar sobre um assunto que gera muitas dúvidas: dormir de bruços. Muitos de vocês me perguntam sobre as implicações dessa posição de dormir para a saúde e a qualidade do sono. Então, decidi abordar as principais questões relacionadas a este tema.

Dormir de bruços é prejudicial à saúde do pescoço e das costas?

Dormir nessa posição pode exercer uma pressão desnecessária sobre o pescoço e a coluna vertebral, pois a cabeça fica virada para um dos lados, o que pode causar tensão. Idealmente, o alinhamento da coluna deve ser mantido neutro durante o sono.

Como posso melhorar a postura ao dormir de bruços?

Se você prefere dormir de bruços, considerar um travesseiro fino ou mesmo dormir sem travesseiro pode ajudar a reduzir a tensão no pescoço. Além disso, colocar um travesseiro sob o abdômen pode ajudar a manter a coluna em uma posição mais natural.

Dormir de bruços afeta a qualidade do sono?

Para algumas pessoas, dormir de bruços pode perturbar a qualidade do sono devido ao desconforto ou à dificuldade em manter a respiração adequada. A posição pode também limitar a movimentação natural durante o sono, o que é importante para um descanso reparador.

Existem benefícios em dormir de bruços?

Embora não seja a posição mais recomendada, algumas pessoas relatam sentir menos ronco ao dormir de bruços. No entanto, é importante pesar isso contra possíveis desconfortos musculares ou articulares.

Dormir de bruços pode causar rugas?

Sim, a pressão do rosto contra o travesseiro por horas a fio pode contribuir para o aparecimento de linhas de expressão e rugas ao longo do tempo.

Como a posição de dormir de bruços afeta as mulheres grávidas?

Dormir de bruços durante a gravidez, especialmente nos estágios mais avançados, é geralmente desaconselhado devido ao desconforto e à pressão sobre o útero.

Essa posição de dormir pode influenciar em distúrbios do sono como a apneia?

Dormir de bruços geralmente não é considerado benéfico para pessoas com apneia do sono, já que essa posição pode não favorecer a passagem adequada de ar.

Quais medidas posso tomar se dormir de bruços estiver afetando meu sono?

Considerar a transição gradual para dormir de lado com o auxílio de travesseiros pode ser uma boa estratégia. Isso pode ajudar a aliviar a pressão sobre a coluna e melhorar a respiração durante a noite.

Dormir de bruços pode afetar a circulação?

Sim, dependendo da disposição de travesseiros e da pressão exercida sobre o corpo, pode haver uma interferência na circulação sanguínea ótima.

Existem travesseiros específicos para quem dorme de bruços?

Existem travesseiros projetados para minimizar o desconforto para aqueles que preferem dormir de bruços, geralmente mais baixos e feitos de materiais que favorecem o alinhamento da coluna.

Se você está enfrentando dificuldades para dormir e busca soluções personalizadas, convido você a agendar uma consulta online comigo. Acesse o link do WhatsApp na lateral direita do site para uma abordagem personalizada focada em melhorar sua qualidade de sono.

Além disso, não deixe de conferir meu ebook “Como Dormir Rápido”, disponível por apenas R$14,90, onde compartilho estratégias e dicas para ajudar você a otimizar seu sono, independentemente da sua posição preferida para dormir.

Aqui estou para ajudá-lo a encontrar equilíbrio e bem-estar através de uma noite de descanso reparador.

Aguardo seu contato!