Publicado em Deixe um comentário

Correr em jejum

Olá, sou Dra. Larissa Scharf, nutricionista, e hoje vamos falar sobre uma prática cada vez mais comum entre os corredores: correr em jejum. Correr em jejum significa realizar o treino de corrida sem ter se alimentado previamente, o que pode trazer alguns benefícios, mas também requer cuidados especiais. Neste artigo, vamos abordar os prós e contras de correr em jejum, bem como fornecer dicas para fazê-lo de forma segura e eficaz.

Quais são os benefícios de correr em jejum?

Correr em jejum pode aumentar a queima de gordura, pois o corpo utiliza as reservas de gordura como fonte de energia quando não há disponibilidade de carboidratos.

Correr em jejum pode melhorar a sensibilidade à insulina?

Sim, estudos mostram que correr em jejum pode melhorar a sensibilidade à insulina, o que é benéfico para a saúde metabólica.

Quais são os cuidados que devemos ter ao correr em jejum?

É importante garantir uma boa hidratação antes e durante o treino, além de prestar atenção aos sinais do corpo e interromper o exercício se sentir tonturas ou fraqueza.

Correr em jejum pode levar à perda de massa muscular?

Embora a corrida em jejum possa aumentar a queima de gordura, ela também pode levar à queima de proteínas musculares se não for feita corretamente.

É recomendado correr em jejum para todos os tipos de corredores?

Não, correr em jejum pode não ser adequado para todos os tipos de corredores, especialmente para aqueles com condições médicas pré-existentes ou que estão em programas intensivos de treinamento.

Quais são os melhores alimentos para consumir após correr em jejum?

Após correr em jejum, é importante consumir uma refeição equilibrada que inclua proteínas, carboidratos e gorduras saudáveis para ajudar na recuperação muscular e na reposição de energia.

Correr em jejum pode afetar o desempenho durante o treino?

Para algumas pessoas, correr em jejum pode levar à fadiga mais rapidamente, o que pode afetar o desempenho durante o treino.

É seguro correr em jejum para quem tem diabetes?

Para pessoas com diabetes, correr em jejum pode não ser seguro, pois pode levar a variações perigosas nos níveis de glicose no sangue.

Correr em jejum pode causar problemas digestivos?

Para algumas pessoas, correr em jejum pode causar desconforto gastrointestinal, como dor de estômago ou náusea.

Qual é a melhor forma de começar a correr em jejum?

Para quem deseja começar a correr em jejum, é importante começar gradualmente e prestar atenção aos sinais do corpo para garantir que seja feito de forma segura e saudável.

Se você está considerando incorporar a corrida em jejum em sua rotina de treinamento, é importante fazê-lo com orientação profissional para garantir que seja feito de forma segura e eficaz. Por isso, convido você a conhecer nossa assessoria esportiva completa, com profissionais especializados em nutrição, psicanálise e educação física, prontos para ajudá-lo a alcançar seus objetivos de forma saudável e sustentável. Para mais informações e para agendar uma consulta, clique no link do WhatsApp na lateral direita do nosso site.

Junte-se a nós e descubra como a corrida pode transformar sua saúde e sua vida!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *